Apesar de existirem outras espécies nativas na América, como a Castanea dentata, ou no Japão, como a Castanea crenata, a castanha mais comum é a nativa na Europa, também na China e no norte da África. Os frutos são chamados de ouriço e têm de uma a duas castanhas, ou sementes, de cor marrom, com uma ponta típica e cicatriz na base. No estado de São Paulo amadurecem no final do verão até meados do outono. A castanha passou de uma fruta de subsistência na Europa para uma iguaria, tal como é usada
Mundo Cerealista
Product ID: 630
Product SKU: 630
Castanha Portuguesa - Granel

Castanha Portuguesa - Granel

Carregando...

Apesar de existirem outras espécies nativas na América, como a Castanea dentata, ou no Japão, como a Castanea crenata, a castanha mais comum é a nativa na Europa, também na China e no norte da África. Os frutos são chamados de ouriço e têm de uma a duas castanhas, ou sementes, de cor marrom, com uma ponta típica e cicatriz na base. No estado de São Paulo amadurecem no final do verão até meados do outono. A castanha passou de uma fruta de subsistência na Europa para uma iguaria, tal como é usada na culinária brasileira e mundial ou nas festas de fim de ano. Com o aumento da produção nacional passou a ser mais conhecida e consumida.

 

Benefícios: a castanha portuguesa é um alimento saudável por ser uma boa fonte de nutrientes essenciais, fonte de energia, proteínas que apresentam bom perfil de aminoácidos, fibras, vitaminas, minerais e baixo conteúdo de gordura, mas é importante lembrar que o consumo deve ser moderado. É interessante incluir o consumo da castanha portuguesa na alimentação, já que essa oleaginosa combate os radicais livres, retarda o envelhecimento precoce e ainda possui aminoácidos essenciais, lipídeos de boa qualidade e quantidades significativas de fibra e minerais, com destaque para o ferro. Além disso, por não conter glúten, essa oleaginosa atende ao grupo dos portadores da doença celíaca, já que a farinha de castanha portuguesa é uma alternativa saudável em substituição ao trigo e outros farináceos que possuem glúten.

 

Como consumir: Usualmente são consumidas cozidas ou assadas, após secas, pois quando colhidas têm até 50% de umidade e depois chegam a apenas 10%, conservando-se bem por vários meses. Além do consumo citado, podem ser utilizadas em culinária, de diversas formas.

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características